Review: Homeland S03E01 – “Tin Man Is Down”

vlcsnap-2013-09-01-22h48m25s97
Postado por: Yuri Hollanda
Vazou ontem, mas só estourou hoje: a season premiere de Homeland, uma das mais esperadas da fall season. E o que dizer dessa premiere? Acho que não há adjetivo melhor do que ‘perfeita’. Não teve o ritmo de antes, e com certeza foram feitas algumas mudanças na parte técnica da série, mas foi tudo pra melhor. Vários personagens novos foram introduzidos, e o episódio teve um final de partir o coração. Essa é a Homeland que todos conhecem retornando com o que parece ser uma temporada extraordinária.

Os acontecimentos, dessa season já começaram dois meses depois da explosão da CIA. E aí vemos Carrie em direção ao julgamento que vai determinar que parcela de culpa ela tem na explosão terrorista.

Carrie completamente instável o que vimos nesse episódio. Interpretação perfeita mais uma vez de Claire Danes que consegue colocar pra fora todos os sentimentos de sua personagem perturbada. Coitada da Carrie… acho que ela nunca esteve numa situação tão difícil. Sendo praticamente culpada pela explosão da CIA sendo que ela passou praticamente o tempo inteiro cuidando para que nada disso acontecesse, e quando ela pára pra descansar um pouco… BUM! E a culpa é toda dela mais uma vez… e não só quem está ao seu redor está a julgando, como ela também está a si mesma.
Na consciência dela, foi dela a culpa da explosão porque deixou passar uma coisinha mínima. E o pior, culpa-se por ter sido distraída pelos remédios controlados e parou de tomar. Agora está mais instável do que nunca.

Episódio teve muito foco na Dana, o que não me agradou muito. Não gosto da Dana, ela é extremamente chata. Vejo ela como uma rebelde sem causa. Tudo bem que agora ela tem mais do que causas para ficar doida, tendo um pai que seu país considera terrorista. Mas e antes disso? Ela era desse mesmo jeito, não mudou nada, não aprendeu nada. Acho que os produtores só focam nela por saberem do potencial da atriz. Isso é inegável. Ela é boa mesmo… enfim, Dana estava freqüentando a terapia em grupo pois estava tendo incidentes suicidas. Agora saiu, e está retornando pra casa. Também vemos que a personagem arranjou um novo namorado depois de ter ficado “viúva”. Garanto que o novo personagem tem alguma coisa a mais, porque ninguém em Homeland é só um personagem qualquer.
Não entendi muito o que a Dana quer tirando fotos nuas. Acho que isso vai dar merda, proposital ou não. Logo agora que a mídia ta toda em cima dela por ser a “filha do terrorista” (cena incrível em que ela e Jess saem do centro terapêutico e uma multidão de fotógrafos correm atrás dela);

Enquanto Carrie está sendo julgada, Saul ainda está na CIA e agora ocupando o lugar de David Estes. Eles estão numa operação comandando Quinn (que abriu o episódio, btw) numa perseguição contra seis terroristas da Al-qaeda. Cena ÉPICA do tiroteio silencioso do Quinn, onde ele, sem saber, mata uma criança. Cena incrível e de ter orgulho só em ter assistido. Quinn foi mítico… e a cena também.

Senti que mudaram a direção de Homeland, e a parte técnica em si. Eu gostei bastante. Usaram visivelmente mais a câmera de mão para focar no rosto dos personagens e ter um balanço mais tenso. E a direção de arte ta demais também. O cenário do quarto da Dana está ótimo, e o clima tenso na casa da Jessica também.

Voltando ao plot Carrie, ela está extremamente carente, e a prova disso é a cena completamente aleatória de hard-sex que ela tem com um ruivo que ela acaba de conhecer no mercado. Em uma cena eles estão conversando, em outra estão gemendo na escada. Tenso.
Isso prova o estado mental de Carrie. Acredito que o ruivo tenha sido adicionado para fazer uma alusão a Brody, que não apareceu nesse episódio. Mas como eu já disse, nenhuma pessoa em Homeland é só uma pessoa. Tenho quase certeza que esse ruivo tem seu lugar na série.

Depois dessa cena, Carrie fica sabendo que a imprensa descobriu sobre o caso dela com Brody, o que resulta em um surto psicótico e uma cena que dá um prazer incrível de ver. Carrie vai num restaurante onde Saul está e manda ele se f*der BONITO! Cena linda de se ver!
“Fuck you, fuck all of you!!!”

Terminando, é a vez de Saul dar seu depoimento na frente da imprensa, e aí que o público se surpreende. Ele revela a todos que Carrie tem problemas mentais e psicóticos, que ela é bipolar. Ela assiste isso tudo em sua casa, e se dá conta de que está mais ferrada do que nunca. Dá pra imaginar? Uma agente da CIA, teve um caso com um suposto terrorista, e agora está sendo suspeita de cúmplice. Todos sabem do segredo que ela escondeu durante dez anos de carreira, e o pior: foi revelado pela única pessoa que ela confiava. E ela passou a vida inteira tentando proteger seu país.

É, não ta fácil pra Carrie. E agora o duro vai ser ter que esperar mais um mês pra ver o segundo episódio. Homeland nunca decepciona, e eu não tive um pingo de medo dessa temporada ser ruim… ainda bem que não me decepcionei com a premiere. Nota máxima.

Nota: 10/10

• Não teve Brody, e eu não senti falta.
• Não consigo gostar da atuação Mindy Patinkin.
• Carrie está juntando todos os panfletos de “Procura-se Terrorista” em casa, e isso foi muito lindo!
• Quinn mítico

Anúncios

4 Respostas

  1. Posso falar? Dana é uma chata mesmo! #desabafei

    1. Incrível como ela é chata.. não sei o que dá nesses produtores de fazerem uma personagem tão chata LOL

  2. Muito boa a review!
    Só tenho um ponto a discordar, eu sentir falta do Brody sim!
    hahahha
    E o que as séries da showtime querem investir em drama adolescente hein?!
    É em Ray Donovan, em Homeland. Eu quero ver é o circo pegar fogo, ver como Carrie vai se sair disso tudo e como Brody vai ser inserido nessa 3ª temporada, já que eu acho que das duas uma, ou ele está preso lá em Guantánamo ou tá foragido.
    Acredito que com os acertos dos detalhes técnicos, o ritmo tende a ser mais acelerado, mesmo eu ter gostado muito do ritmo da season premiere, diminuí-lo as vezes é necessário para podermos respirar e preparar o terreno para o que vem na frente.

    1. Concordo com tudo!
      Bom, eu não senti falta do Brody porque, pra mim, ele nem fede nem cheira… mas a trama dele é demais.

      E sim, a trama adolescente na Showtime está me irritando muito… chega disso!

      E eu também senti falta de edição nesse episódio. Quando o episódio for ao ar mesmo vai ser bom pra caramba!
      – Yuri

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: