REVIEW: True Blood – “Life Matters” (S06E09)

84911

Postado Por: Lara Gutierrez

Sinopse:
Bill tenta tirar Warlow do mundo das fadas para usar seu sangue. Eric chega ao Vamp Camp com objetivo de libertar os vampiros e matar os humanos. Já em Bon Temps, amigos e familiares se revezam no velório de Terry, lembrando momentos com o amigo que se foi.

O episódio se inicia com o que eu mais sinto falta; Sookie e Bill na mesma cena. Infelizmente, é tão curto que só me deixa ainda mais saudosa dos velhos tempos do que satisfeita. Bill está interessado no sangue de Warlow a qualquer custo, mas Eric de alguma maneira foi mais rápido e chegou lá primeiro deixando o pobre Warlow a beira da morte. Sookie o alimenta e o salva.

Um fato bem interessante é quando a Sookie se morde para dar o sangue para o Warlow, então o Bill coloca as presas para fora, de maneira que parece que não é mais nem mesmo por emoção que ele a protege, é puro instinto. É algo mesmo da ligação que eles têm pelo sangue. Mas o porquê do mesmo não acontecer com o Eric é que fica a dúvida.

No final das contas, o Bill entende que é mais fácil pegar o sangue do Warlow que está no corpo de Eric que tentar usar o próprio vampiro/fada naquela situação, e parte do país das fadas via luz de Sookie, atrás do vampiro loiro, alto e sensual.

O episódio inteiro foi uma variação entre as cenas de ação no Vamp Camp, e o emocionante (porém corta clímax) velório de Terry. Mas eu vou falar primeiro de um, depois do outro.

O velório de Terry rendeu cenas muito emocionantes mesmo, eu não esperava que fosse ficar comovida, porque apesar de realmente gosta do personagem do Terry, ele não era lá tão importante assim. Mas o discurso do Laffayete e toda a cena da Sookie realmente acabaram comigo. Quando ela leu na mente da Arlene que ela não estava pronta para falar e assim tomou a voz, e contou para todo mundo que ela é telepata e como soube que o Terry amou a Arlene desde o primeiro momento foi um dos momentos mais lindos da série.

A fala dela exatamente foi “Ele te amou desde o primeiro momento que você entrou na vida dele. Poucas pessoas podem dizer que foram amadas assim. Mas você pode.” E nós entendemos o que isso significa para a Sookie, que achava que o amor dela e do Bill tinha sido a primeira vista e depois ficou sabendo de toda a tramoia por trás. (Nesse momento Alcide está bem disposto a emprestar seu – largo, forte, grande – ombro para Sookie chorar). E como disseram as velhas da cidade “esse rapaz CHEIRA a homem!”. Bem, não sei se ele cheira, porque não tive a sorte de cheirar, mas que parece, parece.

Vamos para a parte mais séria do episódio; a chegada do Eric no Vamp Camp. Uma sequência MARAVILHOSA, dele completamente fora de si, mas ao mesmo tempo equilibrado e seguro do que ia fazer libertando todos os vampiros para que eles pudessem se vingar de cada humano que lhes fez mal. E é claro que instalou-se a anarquia. Garrafas e mais garrafas de TruBlood destruídas pelo país inteiro, humanos sendo atacados, e finalmente, a guerra Humanos vs. Vampiros se instalou de forma mais literal, de maneira que agora tanto humanos quanto vampiros estão livres pelas ruas.

Agora a cena épica mesmo foi o momento em que, em uma sacada de mestre, Bill percebe que tem o sangue de Warlow dentro dele próprio, uma vez que o bebeu também. De maneira que não encontrando Eric, acaba por deixar que os vampiros expostos ao sol na sala branca venham a beber dele. E claro que quem abre o telhado tinha de ser a diva da Sarah (que THANK YOU JESUS ainda não foi dessa vez que morreu!).

O episódio até podia está bom, mas o momento épico dentro do épico foi a morte do Reverendo! HILÁRIO DEMAIS! Após os vampiros impedirem ele de tomar o sangue do Warlow que corria nas veias de Bilith, Eric o segura no sol sem piedade e ele morre gritando nada mais, nada menos que “I LOVE YOU, JASON STACKHOUSE!”, mas o melhor de tudo é a cara de “What The FUCK?!” que o Jason faz quando escuta! Muito bom mesmo! Tipo, ninguém esperava isso naquela cena super tensa!

Enfim, os vampiros foram libertados e instalou-se o pandemônio. O Eric termina o episódio indo embora voando para algum lugar que eu desconheço e deixando a Pam arrasada. Bill sobrevive por pouco, e deixa a dúvida se o espírito de Lilith ainda habita no corpo dele, ou se ele voltou a ser apenas o Vampiro Bill apaixonado pela Sookie e que não vai deixar vampiro fada nenhum tirar ela dele (acho bom!).

O próximo episódio já é o último da temporada, infelizmente. E eu espero que seja INCRÍVEL. Fiquemos por aqui com a promo da season finale =)

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: