Review: Dexter “A Little Reflection” (08E06)

83091

Sinopse:

Dexter monitora um jovem para descobrir se ele encaixa no seu código, porém logo descobre que o garoto está se tratando com a Dra. Vogel; Batista resolve não promover Quinn. Enquanto isso, Debra precisa lidar com um acesso de fúria de seu chefe.

Por Alina Oliveira

Desculpem o atraso absurdo para sair esse review, foi uma semana bem corrida para mim, mas agora tá tudo certo e vamos ao review. Foi um episódio bem “meio de temporada”, mas sem ser ruim de modo algum, o final dele foi incrível, um cliffhanger muito bom. O episódio foi mais ou menos o de sempre, Dexter indo atrás de um possível criminoso para mata-lo, mas agora com o adicional da Dra. Vogel, que parece tratar todos os serial killers da área.


O episódio vai se concentrar em Dexter vigiando Zach, que tem um potencial para virar serial killer, o que Dexter já percebeu e vai fazer o possivel para impedir. Sabemos que Zach é também paciente de Vogel, mais um pra lista interminável de psicopatas assassinos que ela coleciona. Ela não quer que Dexter mate Zach, e sim que ele lhe ensine o código que ela e Harry criaram, ela quer que Zach se torne um novo Dexter (e possivelmente melhor que Dexter).

Ele faz aquela aproximação de sempre com a vitima, no caso Zach, para conhecer seus motivos e o quão calculista ele está sendo. Dexter percebe que Zach é inteligente ao tentar retirar informações sobre como matar sem ser pego. Como dexter, Zach aprecia o sangue e mostra para Dexter suas fotos de cenas de crime, quando recebe um legação e fica estranho.

Dexter não é o unico com suspeitas sobre Zach, Quinn decide investigar Zach e Dexter pede para participar. E enquanto eles conversam no carro, Quinn se lembra de que Debra confeçou ter matado LaGuerta, e Dexter dá uma desculpa esfarrapada. E assim Dexter descobre que Zach está perseguindo uma mulher, bem no estilo serial killer.

Dexter chega a conclusão de que os trofeus que Zach guarda de suas vitimas são fotos, então vai atrás das fotos de Norma Rivera. E as acha. Depois de mostrar a Vogel, ela pede para que ele não o mate e sim o ensine a direcionar sua raiva, como Harry faz com o prorpio Dexter. Dexter não aceita, e prepara o ataque final e vai atrás de Zach, que já foi matar de novo. Dexter o acha esperando o pai para mata-lo, quando vai faz isso, Dexter o empede e prepara para mata-lo.

Na sala já preparada para Dexter mata-lo, Zach explica as suas motivações e Dexter decide que talvez seja melhor treina-lo, já que ele só estava querendo proteger a própria mãe, mas mesmo assim, ele ainda é um psicopata com sede de sangue. Assim como o próprio Dexter. Mas ao que parece, o verdadeiro motivo de Dexter deixa-lo viver é mesmo a sua necessidade de ter alguém com quem falar sobre essas necessidades de matar, ele agora tem Vogel e Debra, mas não e o mesmo já que as duas não tem como entender o sentimentos dele, mas com Zach seria diferente, quase como com Lumen.

Além do plot de Dexter e Zach, o epísódio vai ter aquelas intriguinhas secundárias para encher linguiça. É o caso da investigação que Debra vai fazer para o chefe dela, que no final das contas só serve pra ela ficar sabendo que ele tá afim dela. O que, convenhamos já estava muito na cara. É o caso também do Dexter interessado na viziha, que é até interessante, e parece que vai render mais nos próximos episódios. Tamos também o Masuka confrontando a filha, que é divertido, mas irrelevante para a história. Batista escolhendo o novo Tenente, bla bla bla Quinn chato. Talve a que mais interesse seria o Dexter conversando com Harrison sobre mentiras, é uma cena muito boa, e quando ele mostra o cachorro de pelúcia com sangue do primeiro episódio vemos Dexter deixar ele guarda-lo, o que pode vir a ser um grande erro no futuro.

Dexter e Debra parecem mais próximos, tentando se reconectar como irmãos, mas ianda é tudo muito estranho entre eles. Mas é bom que eles foltem a se juntar para jantar e conversar, mesmo que o assunto sempre termine em Vogel.

O final do episódio foi incrível! Enquanto viamos uma conversa banal entre Dexter e Debra, eles começam a desmaiar e antes de dexter perder a consciencia Hannah aparece de volta. QUE PUTA CLIFFHANGER! Essa temporada tá indo muito bem. As repercussões da volta dela serão grandes, com certeza.

Nota do episódio: 9,0

Obs. 1 Zach é um personagem interessante, espero que não morra logo =\
Obs. 2 Quinn quase pegando Dexter com a mão na massa fez meu coração parar HAHAHAHA

Promo do próximo episódio:

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: