Crítica – Os Smurfs 2

;;;Postado por: Fernando Antônio

Sinopse:
Gargamel (Hank Azaria) está, mais uma vez, atrás da essência dos Smurfs. Para atingir seu objetivo ele cria os Danadinhos, seres pequeninos que são uma espécie de versão malvada dos Smurfs. Entretanto, Gargamel precisa de um encantamento secreto para que possa transformá-los em Smurfs e apenas Smurfette (Katy Perry) detém a fórmula. Com isso, Gargamel sequestra Smurfette e a leva para Paris, onde ele ganhou fama como um poderoso feiticeiro. Não demora muito para que Papai Smurf (Jonathan Winters), Desastrado (Anton Yelchin), Vaidoso (John Oliver) e Ranzinza (George Lopez) deixem sua vila e voltem à Terra, onde recebem a ajuda de Patrick (Neil Patrick Harris) e Grace (Jayma Mays) para resgatar Smurfette.

Uma coisa que merecem ser ditas sobre OS SMURFS 2 é que ele é muito bem produzido, os efeitos de interações entre os Smurfs e as pessoas do nosso mundo são realmente bem feitos.  Podendo “encantar” junto do 3D (muito bem utilizado, talvez um dos melhores desse ano.) principalmente atrelados aos cenários parisienses. A vila dos smurfs é mais uma vez construída com intuito de ser magica, saturada com cores fortes e bem nítidas (até em cenas noturna) com uma ambientação tão confortante quanto irreal. Existe alguns efeitos problemas… como uma roda gigante e um ganso…. mas que ainda assim são bons perto de outros filmes do gênero.

Para um filme infantil ele está bem a cima da média, não chega perto de ser um Pixar, as piadas em sua maioria são bobas. Hank Azaria é o ator destaque no filme, ele se torna um personagem caricato que parece ter saído dos desenho animado com única ambição: dominar o mundo (com a ajuda da essência dos Smurfs) em uma adaptação de quadrinhos/animação da Marvel ou DC ninguém levaria a serio um vilão desses, porém o filme é feito para os pequenos e se sai muito bem, sua surrealidade em contraposto com o nosso mundo é o que o destaca.

Aliais, ele ganhou um bom destaque nesse filme! Que se foca menos em apresentar todos os smurfs e suas “smurf-frases” e decide apontar câmeras para os smurfs cinzas, ou melhor, danadinhos. Como a cópia que vi era dublada em português fica impossível julgar o trabalho de dublagem original da danadinha Vexi feita pela Christina Ricci. A trilha sonora é sutil e agradável. O diretor Raja Gosnel também usa bastante músicas pop e falando de musica a noticia boa é que esse filme diminui a quantidade de Lá lá lá lá lá dos Smurfs.

A lição de moral aqui vem tanto da vila dos Smurfs quanto do nosso mundo (com a aparição do padastro de Patrick (Nail Patrick Harris), Victor interpretado por Brendan  Gleeson) falando de adoção. Tema que é bem mostrado desde os primeiros minutos do longa (Que revela como a Smurffete foi criada) e relembrado exaustivamente até que os créditos desçam (Falando neles, tem cena pós crédito). Acho que o filme vai agradar bastante as crianças. Tentando fazer umas piadas para os adultos o filme acaba não se saindo tão bem… para os pais a lição é bem “simpática” e se você gostou do primeiro filme ou simplesmente gosta dos Smurfs provavelmente vai gostar do segundo e esperar o terceiro filme que deve sair em 2015.

Nota: 6,5/10

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: