REVIEW: Bates Motel – “The Truth”: S01E06

AHSIAUHSUAHS

Sinopse:
Emma encontra conforto nas atitudes de Norma. Após fatos surpreendentes Norma finalmente conta para o Dylan o real ocorrido na noite da morte de seu marido.

Postado por: Yuri Hollanda

Mantendo a tradição, Bates Motel mais uma vez surpreende. Desta vez matando o vilão, e revelando, surpreendentemente, o que todos achavam que seria guardado para o final: O mistério de Norman Bates.

Dessa vez os roteiristas não perdoaram: tudo o que todos esperavam acontecer muito depois, aconteceu! “Todos” os mistérios foram revelados. Vilão morreu, segredo foi revelado, reconciliação aconteceu. E nos deixou com um vazio e uma pergunta: E agora?
O episódio começa como todos os outros, onde exatamente o outro acabou. Após o incrível cliffhanger do episódio anterior, temos uma pequena trégua onde Norma, transtornada observa o horizonte. Logo depois temos um indício do que está por vir, ainda que seja bem pequeno. Emma diz a frase “Não consigo imaginar a dor de descobrir que o homem que você ama na verdade é um monstro.” Se referindo a Norma. E o mais interessante: pra quem ela diz isso? Para Norman Bates! PARA NORMAN BATES!!!
Se segue uma cena intensa onde Norma, visivelmente transtornada com os acontecimentos dos últimos dias, pega o carro e quer ir tirar satisfação com Zack sobre o ocorrido no outro episódio, onde ela descobre que Zack é realmente o vilão da história, que ele realmente torturava aquela menina japonesa, e Norman a impede, logicamente. (Para entender melhor, veja a review do episódio 5).
Logo depois vemos Dylan falando com, o que aparentemente, é o “chefão” da maconha escondida na cidade. Mais uma vez os produtores querem mostrar o quão f*dido Dylan está, já que o cara é bem sombrio. Ele o perdoa, e diz que a decisão dele foi rápida e ágil, e depois descobrimos que Dylan “subiu” no cargo deste negócio, agora que tem um empregado que provavelmente irá lhe ajudar a cobrir as pistas que ele for deixando.
Após uns cinco minutos de diálogos, onde vemos novamente o poder de manipulação que Norma tem (dessa vez aplicado em Emma para ela não entregar Zack a polícia), vemos Dylan e Norman indo novamente no barco de Keith Summers para achar o cinto do mesmo, que Zack tinha escondido. É muito bom ver que os roteiristas estão prestando mesmo atenção às pontas soltas. Quando eles cogitaram a idéia de já ir na polícia eu fiquei pensando “Mas e o cinto?! O Zack ainda está com ele!” subestimei esses roteiristas. Realmente, ótimos. Enfim, os dois irmãos acham o cinto no barco, e jogam a evidência contra eles fora, no lago. Durante essa cena, Dylan mais uma vez tenta convencer Norman a ir morar com ele. O mesmo parece aceitar, porém sabemos, com base em Psycho, que isso não vai acontecer. Norman é extremamente ligado à mãe.
Enquanto Dylan e Norman vão buscar o cinto, Norma fica em casa sozinha. Acontece algo previsível, para dar um clímax, um momento de tensão, Zack aparece na casa, e quer dar uns amassos com Norma. Norma, como não pode revelar, beija ele com nojo, e tentando se esquivar, mas depois não vê solução a não ser levar Shelby para algum quarto do motel, para ele não desconfiar de nada. Impressionante atuação dos dois. A cara de nojo de Norma enquanto Shelby está por trás dela, é incrível. Ela simplesmente não sente mais nada além de nojo. Isso é um exemplo de aprofundamento de personagens, porque, vejamos, Norma também já fez coisas dignas de repugnância, mas ela sente nojo de Zack. Ela é humana, não é aquela personagem má e fria, ela ficou chocada com a revelação da verdadeira personalidade de Zack, e se ela fosse mais um estereótipo de vilã iria ter apoiado ele.
Agora, acontece uma das coisas que mais me revoltaram na série. Entre todos os quartos do motel, porque, diabos, Norma foi escolher um TÃO PERTO do quarto onde a japonesa estava? Gosto muito de Bates Motel, respeito de coração essa série, mas isso foi meio como um “atalho” para o clímax que os roteiristas usaram. Enfim, Zack ouviu um barulho no quarto onde estava transando com Norma e foi investigar. Quando ele abre a porta, dá de cara com a japonesa, e a mesma sai correndo. Ele já não pode fingir, claro. Se entrega na forma de um tapa na cara de Norma e chamando-a de vadia, sai correndo atrás da japonesa.
No mesmo instante Dylan e Norman chegam na casa. Os dois (surpreendentemente não percebem que Norma está toda descabelada e jogada no chão), avisam que encontraram o cinto e o jogaram no lago, e Dylan avisa que Norman vai morar com ele quando tudo acabar. Segue-se uma cena de diálogo incrível, onde vemos mais uma vez a obsessão de Norma com Norman.
Norma simplesmente esquece-se de tudo que ocorreu e parece que tudo que ela consegue ouvir é que o filho vai se separar dela. Ela esquece que Zack descobriu tudo, esquece que a japonesa fugiu. Tudo que tem em mente é a ausência futura de Norman. Ela diz “Zack descobriu tudo e foi atrás da menina” ela diz isso tudo como se estivesse falando do tempo! Logo depois grita “Norman, que história é essa?” como se só aquilo importasse.
Os três são interrompidos com Zack Shelby apontando a arma para os três.
Zack mantém os três na casa, transtornado. Começa a bater em Norma, e daí vemos Norman enlouquecendo desde já. Ele fica em transe, olhando sem piscar para o espancamento, e do nada, se joga em cima de Shelby, que bate a cabeça de Norman na parede e faz ele ficar desacordado. Pelo menos Norman conseguiu tirar a arma da mão de Zack, e fazer com que Dylan a pega-se.
Segue-se o auge de todos os clímax até hoje de Bates Motel. Enquanto Dylan e Zack trocam tiros de um lado, Norma tenta acordar Norman, jogado no chão, se protegendo dos tiroteio no motel. Norman não acorda, então a mãe arrasta-o para fora, enquanto os tiros ecoam dentro da casa.
Norma consegue acordar um Norman transtornado em transe ainda, mas ele consegue andar até o carro. Enquanto os dois estão lá dentro ouve-se um tiro final, e o suspense da série é demais! Temos uns 20 segundos de Norma olhando para casa, esperando alguém sair de lá. O surpreendente acontece: quem sai é Zack Shelby, mancando por causa do tiro que levou de Dylan. Porém, não é só isso. Zack está com um buraco no lugar do olho esquerdo! O efeito/maquiagem é incrível! Ele aponta a arma para Norman e Norma dentro do carro, mas antes mesmo de atirar cai para frente, morto.
Dylan sai logo atrás dele da casa, inteiro, e pela primeira vez vemos alguma demonstração de afeto entre Dylan e Norma. Eles se abraçam, forte, como mãe e filhos.
E quando a gente acha que o episódio acabou, que não há mais nada para ser revelado, que a morte do vilão, tão precoce, já é o suficiente para um episódio só, somos surpreendidos com a coragem dos roteiristas: sabemos sobre o distúrbio psicótico de Norman Bates!
Norma conta a Dylan sobre a noite que o pai de Norman morreu. Na verdade, todos os indícios, até agora, apontavam para Norma, que ela seria a verdadeira culpada. Até mesmo pela expressão da mesma no piloto da série, quando Norman vem a ela, chocado, dizendo que o pai estava em baixo de uma prateleira com a cabeça toda ensangüentada. Somos novamente transportados a esse flashback, mas um pouco antes. Vemos Norma passando roupa, e o pai de Norman assistindo TV. Ele se irrita por algum motivo, e os dois começam a brigar. Ele começa a bater em Norma, e Norman, em transe já, pega o liquidificador e bate com tudo na cabeça do pai. Norma chocada, tenta tirar alguma reação da cara do filho, mas Norman está em transe, e ela percebe isso.
Ela, para não deixar o filho com culpa, pega o corpo do pai, leva para a lavanderia e derruba uma prateleira em cima do corpo, para simular um acidente. Quando Norman volta a si, somos novamente retomados a primeira cena da série, e aí entendemos o porque da reação tão fria de Norma.
Foi o episódio mais chocante e revelador da série com certeza. Agora é esperar para ver Norman Bates começar a atacar. E tenho fortes suspeitas de que a primeira vítima dele vai ser Emma Decody.

“Não imagino o choque. Digo, o cara que você gostava se revelar um monstro dessa maneira”

– Emma Decody

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: