Review: Hannibal “Potage” (S01E03)

54441

Por Alina Oliveira

Sinopse:

Abigail Hobbs acorda do coma, Freddie Lounds encontra-se com o irmão de uma das vítimas e conta sobre a saída de Abigail do hospital, o que nos leva à uma nova morte.

Adorei o episódio, bem centrado na evolução psicológica dos personagens principais, e sem um serial killer diferente dessa vez, o que é ótimo já que não sei por quanto tempo ainda conseguiriam fazer serial killers bons para preencher os vazias nos episódios. Uma hora isso ficaria chato como a maioria das séries policiais ficam.

Abigail acordou, finalmente. Foi um episódio esclarecedor, já sabemos que Abigail não ajudava o pai, e está muito apreensiva de se tornar como ele depois de todo esse trauma. A primeira cena do episódio, revela o quanto era estranha a relação de Abigail com o pai, o sonho dela é perturbador.

Outra relação estranha é do Will com Abby, não são próximos o bastante para serem amigos, mas provavelmente ela é o mais próximo de uma amiga que Will tem, mesmo ela analisando o comportamento dele a todo o momento, ela seria uma das poucas pessoas que ele confia (e na minha opinião, eles vão se amar muito ainda *_*). A conversa entre Will, Dr. Lecter e Lunds é ótima, Will perdendo a calma com ela é divertido de ver.

A cena da palestra que o Will dá sobre o copiador do Hobbs é incrível, um beleza ver Dr. Lecter se confrontar com o perfil de assassino que o Will faz dele, sem saber que é ele, nem mesmo desconfiar, porem acertando todo o resto.

Os assassinatos que Dr. Lecter está cometendo como copiador de Hobbs são, como Will caracteriza, artísticos, e a cena em que descobrem o corpo da amiga de Abigail na cabana em que o pai dela costumava matar as vitimas é a melhor cena, na minha opinião.

Mesmo sabendo que Abigail não teria tomado partido nos crimes do pai, ela é bastante manipuladora e inteligente. Em todos os momentos no episódio ela está tentando extrair informações de alguém fingindo ser mais vulnerável do que realmente é. Indicando muitos sinais de ser sociopata como, praticamente, metade dos personagens da série. A conversa entre Abigail e Freddie Lunds é esclarecedora, a jornalista pensa que está conseguindo algo de Abigail, porem está apenas sendo manipulada a dar informações a ela. Outra cena Abigail é altamente manipuladora, quando pede para recriar a cena em que o pai dela mata a mãe e depois tenta matar ela, então ela diz que Will deveria ser o pai, Abby a mãe e Dr. Lecter seria o homem que ligou avisando que o FBI estava indo preder-lo, deixando bem claro aí que ela sabe que foi ele que ligou, ou pelo menos desconfia que ele seja, também deixa claro a que nível de manipulação ela pode chegar. É, provavelmente, nesse momento que Dr. Lecter começa realmente a ver algum potencial nela, a se interessar por ela.

O episódio fica muito intrigante depois que Abigail mata “acidentalmente” o irmão da vitima que culpa ela pelos assassinatos. Ela já acabou de sofrer um abalo grande por achar o cabelo das vitimas nas almofadas que o pai fazia, então é compreensível ela matar ele, já que ele está sendo um tanto energético demais na abordagem. É lindo ver Hannibal agir como ele realmente é, primeiro apagando Abby, e indo ajudar Abigail a esconder o corpo, tempo os primeiros vislumbres da verdadeira personalidade psicopata dele, e o quão manipulativo ele pode realmente ser. Mads Mikkelsen é incrível, e matem o Hannibal do Anthony Hopkins muito bem, adicionando um pouco dele ao personagem, não tem o que reclamar, é brilhante. A série evoluiu muito bem, nenhum episódio foi melhor que o piloto, mas mantem o mesmo nível nos episódios seguintes. É muito bem escrita e dirigida, visualmente muito bem feita, os enquadramentos são ótimos e os contrastes de cores me deixam de boca aberta. É uma maravilha apreciar a beleza dessa série.

Nota do episódio: 9

Obs1. Esses pesadelos que o Will tem são de arrepiar, ein. Não é atoa que ele é do jeito que é.
Obs2. Chegou a hora de dizer algo que tá na minha cabeça desde o piloto. Por que a abertura da série é tão ruim? Não combina com a série… um monte de sangue formando a cara do Hannibal, muito ruim.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: