Primeiras impressões do leitor digital Kobo Glo

IMG_7842

Estante Nerd em E-ink!

Postado por: Fernando Antônio
Eu ja sou acostumado a ler em telas, quando comprei meu iPad 2 uma das coisas que eu mais queria fazer era experimentar esse mundo da leitura digital. Por mais decente que fosse eu sabia que nunca se compararia a um Kindle, mas não achava que na época realmente valesse a pena comprar dois dispositivos aparentemente parecidos e que podiam fazer coisas parecidas; o iPad é um tablet logo por ter bem mais utilitarios eu nem pensei que realmente um leitor dedicado valeria a pena, o iPad tinha o ibooks afinal. Depois que troquei pelo iPad 3 com sua tela Retina notei que  a leitura ficou muito mais confortavel, mas ainda assim parecia impossivel conseguir ler por muito tempo (porem, não me impediu de ler nele decentemente, os três primeiros volumes da serie Crônicas de Fogo e Gelo), o peso também incomodava por alguns momentos e fazia impossível ler em certas posições, com o lançamento do kindle paperwhite ano passado eu finalmente tive vontade de ter um Ereader, o fato de agora ser possivel ler no escuro foi fator principal para eu me decidir, com a chegada do kindle paperwhite no Brasil a Livraria Cultura que subsidia os Kobo no brasil abaixou o preço do concorrente de tela ˜papel branco˜, o Kobo Glo e eu me convenci a comprar.

IMG_7830

  Experiencia primaria: ao abrir ele da caixa vemos o aparelho, o cabo carregador e alguns panfletos. Segurando o Kobo ja notei o porque de ter comparado um ereader a um iPad sempre foi besteira. o Peso de 185 gramas contra os quase 700 do iPad ja mostra que a coisa é realmente muito diferente. A construção do kobo glo é muito bonita, escolhi a cor prata, e a traseira é sua parte acabada para um produto tão “barato” (Para o padrão Brasileiro.)

IMG_7833

  Quando se liga pela primeira vez, ele pede para você por o fuso horario, depois pede para ser ativado e atualizado. Você pode atualizar por Wi-Fi ou pelo computador. Tentei fazer a atualização pelo 3g, roteando o sinal do celular, mas não tive sucesso. Quando cheguei em casa atualizei pelo wifi, não demorou (MENTIRA, na hora pareceu demorar seculos rs, mas não chegou a 2 minutos). Após atualizar, ele pede para você criar uma conta Kobo ou usar uma existente da livraria cultura; criei uma conta kobo e ele ja estava pronto para uso.

IMG_7828

Tela desligada no Kobo mostra a capa do livro que você esta lendo no momento.

  O Menu principal mostra a capa dos livros recentes, tem um acesso a configurações, para a livraria digital da cultura/kobo, opção de sicronia entre os dispositivos (guarda anotações e etc.. na rede.),  estatisticas de leitura, biblioteca completa de livros e até acesso a medalhas que você ganha ao ler em certas horas ou terminar de ler um tal tipo de livro.  A interface é simples e isso é bom, num dispositivo que o principal é ler uma interface muito cheia seria agressiva e tornaria mais complicado a se adaptar ao mesmo, a barra de configurações sempre aparece no mesmo lugar da tela não importa para que pagina vc mude, só se adaptando ao momento(enquanto você lê ela desaparece e só reaparece com um toque no meio da tela)

IMG_7835

Um dos livros que resenharei em breve esta nessa foto 😀 ou seria a maioria?

 Em configurações vemos varias opções como conta, brilho wifi e etc.. Uma das mais interessantes é a configuração de leitura que permite uma personalização quase completa de como a pagina do livro vai ficar formatada.

IMG_7836

  Em Extras tem as opções Xadrez, SketchPad (aplicativo de desenho), Sudoku e o Navegador, ele não é nada muito especial, porem pareceu melhor do que eu esperava, o que não quer dizer muita coisa ja que eu esperava algo muito ruim mesmo. Como da para ver na imagem que abre a analise, as imagens no navegador parecem lavadas(mais do que a da capa dos livros), sem contraste algum, o que acho que deve ser normal ja que a tela e-ink só tem 16 tons de cinza (eu deveria ter feito um trocadilho com os tons de cinza mas nada me veio a mente :/ riam de qualquer jeito. rs) então não tem muito a supreender, consegui acessar normalmente a maioria dos sites que testei e consegui rapidamente mandar um tuité por ele, o touch parece bom, mas a taxa de atualização do eink é baixa e tudo é lento. Você pode dar zoom por uma barra deslizante e configurar uma pagina como inicial.

IMG_7839

  A leitura, bem, o principal do kobo é isso não é? e isso ele faz maravilhosamente bem, de dia da para ler legal sem que precise ativar a luz, MAAAAAS, deixar a luz ativa de dia pode ser uma boa escolha pois fica parecendo papel branco!!! Essa opção de tirar completamente a luz quando quiser foi uma das coisas que me fez decidir pelo kobo glo, o kindle Paperwhite sempre esta com luz ativada, é impossivel desligar, ja o glo tem a opção de ficar igual a um ereader normal ou com luz muito parecida com a do kindle, isso foi genial por parte da kobo, alem disso o Kobo tem uma luz que pode ficar mais forte que a do kindle se colocada no maximo.
IMG_7840

IMG_7829

Eink no macro.

  Os textos são tão bonitos quanto em livros impressos, eles parecem chamar você para leitura, a interface nas paginas é facil de se entender, ao clicar na esquerda a pagina volta, na direita ela passa, no meio aparece as configurações de pagina; uma coisa que gostei bastante foi o acesso ao dicionario ingles-portugues, que tenho certeza que vai quebrar muito o galho; o livro é quase totalmente personalizavel na parte de texto, margem, fontes, eu uso a fonte quase na mais pequena por não ter problemas de visões para perto, e acho mais confortavel mais linhas por pagina para ficar evitando mudar de paginas direto, aliais, a mudança de paginas eu achei mais rapida do que em um kindle que usei ano passado, mas ainda continua sendo algo lento.

IMG_7831

capa oficial do Kobo, não muito bonita mas é sempre bom ter uma.

  A bateria é realmente uma das coisas que mais impressionam nesses ereaders e-ink, o kobo glo não é diferente, mesmo com sua luz ativada ele promete durar duas semanas sem precisar de carga e sem luz e wifi ligados dura até um mês e eu estou totalmente acreditando nessa afirmação, depois de 4 horas testando a bateria caiu apenas 2%, usando navegador, desenhando, lendo três capitulos de um livro, atualizando, com wifi e luz ligada na metade, perfeito.

  ˜Conceito˜ de Conclusão:

Ereaders ja chegaram, são bons e definitivamente são praticos. Para colecionadores como eu, ele pode ser um problema, afinal é quase impossivel não querer comprar a edição em papel depois de ler um livro que você gostou. mas, isso é problema da pessoa não do aparelho. Um problema talvez seja o cabo dele, ele é proprietario e se perder não deve ser pratico de encontrar outro compaativel, ao menos a bateria compensa isso, ja que não devo ficar com ele muito tempo carregando o mesmo, o aparelho tambem tem respostas lentas a alguns toques, não sei ainda se o problema é na tecnologia de toque ou no software do aparelho, ele também tem um problema de retenção de imagem, não sei explicar direito, mas ja pesquisei e é normal em telas Eink. Temos de ˜atualizar˜ uma pagina depois de ter saido de outra se não ela fica com marcas da interface e texto anterior. O Kobo Glo não pode em nada ser comparado a um tablet e sua comprar deve ser feita exclusivamente pensando em ler livros, não sei como ele se parece ao colocar um graphic novel ou manga mas pretendo fazer testes e comentar aqui no blog. Ele é ideal para quem tem pressa para ler livros, afinal ele tem uma loja a ponta dos dedos alem de suportar varios formatos de arquivo de texto e de quadrinhos tambem, definitivamente um diferencial ao Kindle. Se eu compraria novamente? meio prematuro afirmar qualquer coisa; essas são primeiras impressões e acho que se tratando de um objeto feito para leitura só posso realmente tirar conclusões quando eu ler um por completo, mas com base nessas horas que venho estando com ele eu compraria sem nem pensar, veremos se a minha opnião vai mudar, algo que só o tempo vai dizer. E ai, você acha que da para leitores digitais e livros podem co-existir no mesmo futuro? pois é assim que vejo as coisas 😀

Anúncios

5 Respostas

  1. Sua análise despertou em mim uma vontade ainda maior de comprar um! Ótimo post!

  2. A minha principal preocupação é justamente em ler HQs,por isso ainda acho melhor comprar um tablet.Mas ainda tô muio na dúvida.

    1. Bem, eu venho tido ipad dês de 2011 e posso falar com certeza que para quadrinhos (marvel, dc e coloridos) é MUITO melhor um tablet. As cores, o tamanho, até para fazer o zoom, tudo é melhor. Agora para graphic novels (p&b) e mangas um aparelho com eink pode ser bastante satisfatório por ser mais confortável de se olhar, mesmo assim tablet me parece a melhor opção para você, e fora que até para ler livros mesmo em ultima instancia, ok que não é muito confortável e deixava meus olhos ardendo depois de longas leituras mas eu conseguia sem reclamar muito.

  3. Algumas observações:
    Sobre o cabo, é micro usb e não proprietário.. Carrego ele com o meu cabo de dados que veio no celular.

    Sobe os “fantasmas” que aparece depois de algumas trocas de páginas, vc pode configurar ele para que a cada 3 viradas de pagina, ele limpe a tela. Funciona muito bem.

    Formatos: MInha principal escolha pelo Kobo e não Kindle foi justamente o formato epub que o kindle não suporta. 75% dos livros que acho na net são em epub, e não em mob, formato proprietario do kindle.

    HQ: Eu gosto de ler as HQ do The Walking Dead (formato cbr). Outro formato que o Kindle nao aceita.. rsrsr Li tranquilamente.

    Mas o principal, sobre tablet x e-reader: Se vc lê 1 ou 2 livros no ano, compre um tablet. Caso seja mais, vale a pena o e-reader.

    Paguei 450 reais nele. Tinha um monte d livros parados (que li uma vez e n pretendo ler de novo). Vendi eles, consegui juntar 200,00 reais. Teve dois livros que eu queria comprar pra ler, mas achei na net, baixei e li no kobo. Foram mais 60,00 reais economizados.

    Dentro em breve, ele se paga.. rsrsrsr

    Abraços!

    1. Exatamente, comprei um sony que veio com o mesmo carregador. Sobre o formato, como eu disse no texto, o kobo aceita mais que o kindle. Tmb HQ eu n aconselho, e me refiro a coloridas, walking dead é quase um mangá. Para HQ mesmo como: homem aranha, X-men, superman.. Tablet é uma escolha muito melhor, nem se compara. Enfim, obrigado por comentar 🙂

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: