REVIEW: Bates Motel – “Trust Me”: S01E04

bates-motel-episode-4-trust-me09Postado por: Yuri Hollanda

Sinopse: 

Norma lida com as crescentes distrações de sua suspeita sobre a morte do ex dono do motel, Keith Summers. Norman acha que o policial Zack Shelby tem segredos em seu porão.

O quarto episódio de Bates Motel já começou com outro ângulo da cena final do episódio anterior. Ela nos mostra Dylan salvando a pele do irmão, e proporciona uma nova idéia de vínculo entre eles. Talvez esse tenha sido o principal episódio de Bates Motel até aqui pelo elo criado entre Dylan e Norman, e pelo final arrebatador.

O episódio anterior de Bates Motel terminou com um cliffhanger e uma revelação bombástica: Norman encontra a japonesa que talvez seja a mesma desenhada na caderneta que ele encontrou no hotel, e o mais importante: na casa de Zack Shelby! O episódio termina com Norman sem saída.
O quarto nos mostra quem atrasou Zack ao encontro de Norman: Dylan viu Norman indo, transtornado, em direção a casa do delegado, e percebeu o que o irmão iria fazer. O episódio é interessante, pois nos mostra que Dylan não é tão coração duro como foi nos apresentado.
Emma não aparece nesse episódio (apenas é citada quando Norman à visita na casa dela, e somos informados de que ela está muito doente, pelo pai). Creio que essa informação ainda terá conseqüência. Com quatro episódios, já da pra perceber que Bates Motel não é uma série que tenha cenas “encheção de lingüiça”.
Mais tarde, vemos que Dylan descobre que Norma está saindo com Zack Shelby, em troca dele manter o silêncio sobre o caso Keith Summers. Parece uma deixa para que percebamos que Dylan não irá deixar barato para Zack. Chegará um momento em que haverá um embate entre eles.
Interessante notar que esse episódio te deixa meio em dúvida se Zack Shelby é realmente culpado pelo caso. Na verdade, ele traça um paralelo dessa culpa, quando sabemos que Norman desde pequeno vê coisas que não estão ali e ouve coisas que não estão ali também., e quando Norma vai ao porão de Shelby e não há nenhuma japonesa lá. Porém, em uma cena de diálogo entre Norman e Zack, ele diz coisas como “meu lugar escondido, que ninguém sabe”. A direção dessa série está prometendo. Brincando com a mente do telespectador, e mantendo o enredo (um tanto quanto clichê) de não mostrar de cara quem é o vilão por meio da dúvida de insanidade do protagonista. Só nos resta esperar.
Mais pra frente do episódio, a série volta a focar no assassinato de Keith Summers, encontrando a mão da vítima na beira do lago onde Norma e Norman jogaram o corpo. Mais tarde somos informados que encontraram pedaços do carpete no relógio que estava na mão de Keith e Norma é intimada a ir a delegacia para informar o paradeiro do carpete jogado fora. O que se segue é uma cena impressionante de atuação de Vera Farmiga, onde no interrogatório, a sua personagem chega ao cúmulo do cinismo dizendo ao policial que não se lembra de onde jogou o carpete. Sendo assim, é liberada e imediatamente chama Norman para retirar o carpete do lixão. Chegando lá não encontram. E a atuação de Vera Farmiga chega ao auge! Desesperada, Norma começa a bater no portão do lixão, aos gritos, enquanto Norman finalmente toma uma posição e também grita com a mãe sobre ela ser culpada.
Em seguida, o episódio dá uma acalmada e nos mostra coisas um tanto quanto irrelevantes: Norman conta tudo o que aconteceu a Dylan, ele fica a par da situação e aconselha Norman a “viver a vida”. Em seguida, temos uma cena de sexo entre Norman e Bradley, e somos novamente mostrados ao ciúmes e obsessão da mãe quanto a Norman, quando Dylan conta a ela que Norman saiu com uma garota.
Mas a série não nos deixa um sequer minuto para respirar. Depois dessa cena, a polícia chega à casa dos Bates e anuncia a prisão de Norma pelo assassinato de Keith Summers. A direção ainda nos deixa notar o olhar de Zack para Norma, e a decepção da mesma em relação ao delegado, que prometera protegê-la.
Com esse final de parar o coração, o episódio é finalizado nos deixando na mão e esperando por mais uma semana para ver o que irá acontecer.
Eu realmente queria arranjar algum ponto negativo nessa série, mas simplesmente não acho. É um roteiro tão bem amarrado, um aprofundamento tão grande nos personagens, que deixa boquiaberto e sem saber o que criticar, realmente.

Tenho meu lugar secreto. Ninguém sabe sobre ele.”

– Zack Shelby

Direção: 10
Roteiro: 10
Atuação: 10
Nota do Episodio: 10

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: