Resenha: Jogos Vorazes

jogos-vorazes-suzanne-collins

Título: Jogos Vorazes
Título Original:
The Hunger Games
Editora:
Rocco – Jovens Leitores
Ano:
2011
Páginas:
397
Sinopse:
Após o fim da América do Norte, uma nova nação chamada Panem surge. Formada por doze distritos, é comandada com mão de ferro pela Capital. Uma das formas com que demonstram seu poder sobre o resto do carente país é com Jogos Vorazes, uma competição anual transmitida ao vivo pela televisão, em que um garoto e uma garota de doze a dezoito anos de cada distrito são selecionados e obrigados a lutar até a morte! Para evitar que sua irmã seja a mais nova vítima do programa, Katniss se oferece para participar em seu lugar. Vinda do empobrecido distrito 12, ela sabe como sobreviver em um ambiente hostil. Peeta, um garoto que ajudou sua família no passado, também foi selecionado. Caso vença, terá fama e fortuna. Se perder, morre. Mas para ganhar a competição, será preciso muito mais do que habilidade. Até onde Katniss estará disposta a ir para ser vitoriosa nos Jogos Vorazes?

Postada por: Fernando Antônio

Dia 14 de Abril vai ser exibido na MTV movie award o trailer de Jogos Vorazes: Em Chamas e em antecipação postarei minha analise do primeiro livro.

Em Julho de 2011 ainda estava abalado pois minha saga favorita (Harry Potter) estava chegando ao fim nos cinemas, e precisava de algo pra ocupar a mente. Depois de ler alguns comentários da Lara Gutierrez (ja que geralmente as indicações dela são ótimas) no twitter, e aliais, vim a descobrir depois que ela estava elogiando e fanatizando um livro que nem tinha lido! Enfim, eu baixei o livro para ler numa viagem de avião de sete horas, estava em Miami quando comecei a ler no dia 23, no avião li até o capitulo 12 por ai, mas o fato de estar lendo pela primeira vez num ipad me incomodou muito, então eu meio que desisti decidindo que compraria o livro pra ler no papel mesmo mas acabei adiando isso, Até que dia 11 de agosto eu decidi terminar o livro pelo ipad mesmo, e li mais da metade do livro que faltava em poucas horas!

Ao começar a ler me apaixonei pelo livro, a protagonista, Katniss Everdeen deve ter sido até agora a única personagem mulher que eu conseguir entender ao ler um livro em primeira pessoa, mas não gostei muito da escrita em geral que as vezes era vaga para descrever personagens e lugares, ao mesmo tempo que estranha e gratamente a personagem conseguia passar a sensação que reagia ao mundo em sua volta(Por vezes abstrato).

O livro é uma clara critica a o mundo atual em que endeusamos a mídia e vivemos dependente dela, na historia a personagem vive a mídia até de mais quando é forçada a entrar nos jogos vorazes para salvar a vida de sua irmã de um jogo de matar ou morrer criado depois de alguns acontecimentos pré estabelecidos na trama, sabemos previamente que a protagonista sai para caçar e sabe usar arco e flecha como ninguém e isso parece ser ideal se a arena desses jogos for uma floresta, isso me pareceu forçado ao pensar um pouco sobre a historia, é tudo muito orpotunuo, e foi isso que me incomodou na historia em geral, em poucos momentos eu realmente achei que ela não fosse ganhar, esse foi meu pensamento até acabar de ler o livro.

Os últimos capítulos deram um sentido diferente a historia toda, de uma forma espetacular que nem a escrita arrastada e mal desenvolvida da autora conseguiram destruir, o único mérito dela talvez é fazer uma Katniss com personalidade forte e clara, ela consegue que nós fiquemos na duvida se um personagem é bom ou ruim, ela é o filtro de informações que move a trama e faz isso muito bem, durante uma das cenas ela é forçada a fingir que esta apaixonada por Peeta, o outro tributo do seu distrito para conseguir remédios, vemos o quão tudo é conflitante naquele momento, vemos que ela não o ama, no mesmo momento que gosta dele e que tem que convencer a todos que ele é a coisa que mais importa pra ela.

É bom sempre notar o background da trama, quando entramos na arena, não temos nenhuma noção do que ocorre do lado de fora, ou melhor, não temos certeza, mas Katniss tira nossas duvidas de uma forma muito bem bolada ao lembrar de outros jogos vorazes que ela já tinha visto, ela mesma comenta seus movimentos e os movimentos da capital; falando da capital não posso deixar de destacar o quão é interessante a povo de la, são tão exóticos que chegam a passar a sensação de ingenuidade, mas ao ver os tributos se matando a pena de nada serve.

O final do livro parece uma releitura política de Romeu e Julieta(só que sem todo o romance e com um drama no ponto)e mais uma vez só pela mente de Katniss ficamos em duvida se ela acendeu uma certa fagulha, ou se a chama ja estava acesa. O livro é muito bom mesmo, inteligente e contagiante e nem precisava de uma continuação que em breve farei uma resenha sobre e eu o indico a todas as pessoas, ele não se foca no enfadonho romance(que não existe para falar a verdade), não é tão violento, é bem desenvolvido e é criativo, algo raro hoje em dia, e para os preguiçosos de plantão que acham que só porque tem o filme não precisa ler o livro, não sabe o que ta perdendo já que o livro além de tudo é bem curto!

Nota: 8/10

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: